Conecte-se conosco

Mundo Gospel

Pastor Daniel Nunes e família recebiam mais de R$ 1 milhão da igreja

Publicado

em

A triste “novela” envolvendo o pastor Daniel Nunes, ex-presidente da Assembleia de Deus em Campina Grande, na Paraíba, acaba de ganhar mais um triste capítulo. Após chamar crentes que saem da Assembleia de Deus para outras denominações de “trastes” e “lixo”, muitas outras situações desagradáveis vêm acontecendo na vida dele.

Após as declarações, o pastor veio a público e pediu perdão aos pastores e as igrejas. Não demorou muito, e ele reapareceu anunciando que estava renunciando o cargo de pastor presidente da Igreja. Automaticamente, muitas pessoas ligaram a sua renúncia ao escândalo, e que ele não havia suportado a pressão. No entanto, o motivo é bem diferente do que muita gente estava imaginando.

Na realidade, ele estava em adultério, pois matinha um caso extraconjugal com uma cantora da igreja por nome Priscila Fernandes, há pelo menos 7 anos. Após vir a tona essa situação, ele confirmou o adultério, pediu perdão e foi disciplinado por um ano. Nesse período, ele não pode exercer nenhum cargo eclesiástico e nem pode tomar ceia.

RESPOSTA DE UM JORNALISTA "IMBECIL" PARA UM "SUPREMO MINISTRO" DO STF.

Agora, o mais novo capitulo dessa triste “novela” é a vida financeira do religioso e de sua família. De acordo uma fonte segura que denunciou ao canal Fala Zion, o pastor Daniel Nunes ostentava com o dinheiro da igreja e fazia negócios suspeitos, a exemplo de um terreno que pertencia a denominação e foi vendido sem a autorização da Assembleia Geral.

O youtuber Zion também denunciou que o terreno que tinha mais de 500 mil metros, ficava localizado em uma área nobre de Campina Grande, e o seu valor atual é de mais de R$ 15 milhões. A instituição não sabe do paradeiro do dinheiro.

Ainda segundo o canal, o salário do pastor era de R$ 40 mil reais por mês, fora o dos filhos, sobrinhos, genro, irmão e cunhado, o que custava aos cofres da igreja R$ 1 milhão e 144 mil reais por ano. Com uma mansão avaliada em R$ 3 milhões, o religioso também bancava a cantora gospel acusada de ser sua amante com valores que chegavam a R$ 15 mil por mês.

Membros da igreja querem que o religioso entregue o dinheiro da venda do terreno. Ele também é acusado de não reformar as congregações e deixar os templos sucateados e em situações precárias.

Deixe o seu comentário:

Copyright © 2019 Veja Aqui Agora | O que Você Quer Saber Acontece Aqui |

var _Hasync= _Hasync|| []; _Hasync.push(['Histats.start', '1,4104171,4,500,95,18,00010000']); _Hasync.push(['Histats.fasi', '1']); _Hasync.push(['Histats.track_hits', '']); (function() { var hs = document.createElement('script'); hs.type = 'text/javascript'; hs.async = true; hs.src = ('//s10.histats.com/js15_as.js'); (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(hs); })();

Receba Nossas Notícias