Conecte-se conosco

Isto Acontece

Policial que foi baleado no Farol da Barra em defesa do trabalhador, não resiste e morre

Edivaldo Santos

Publicado

em

O policial militar Wesley Soares Góes, que protestou na tarde deste domingo (28), no Farol da Barra, em Salvador (BA), não resistiu aos ferimentos e morreu após ser baleado pela própria corporação da qual ele fazia parte.

Segundo informações, o militar fazia um protesto por não concordar com o fato de ser obrigado a prender trabalhadores por conta do lockdown imposto pelo governador Rui Costa, do estado da Bahia. Ele morreu após ser baleado depois de mais de três horas de negociação com equipes do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE).

A Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA) afirmou que o PM teve um “surto”, mas testemunhas contradizem a versão da Secretaria e garante que Wesley protestava em defesa dos trabalhadores que estão sem poder trabalhar e deu tiros para cima. Ele era solteiro e trabalhava na 72ª CIPM há pelo menos quatro anos.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Góes foi socorrido por uma equipe do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) e levado para o Hospital Geral do Estado (HGE) onde faleceu. A família informou que ele nunca tinha apresentado surtos. Na tarde deste domingo, ele estava com o rosto pintado de verde e amarelo. Após confirmação da morte do policial, PM decreta greve e faz protesto contra o ocorrido.

Segundo o site Bahia Notícias, o policial dirigiu de Itacaré até Salvador, onde ocupou a região do Farol da Barra e chegou a dizer: “Seus filhos estão presenciando sua covardia, policiais militares do estado da Bahia”. Com o rosto pintado de verde e amarelo, ele teria dito ainda “Eu não vou deixar, não vou permitir, que violem a dignidade humana do trabalhador”.

A Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA) disse que o policial foi baleado após disparar com fuzil contra guarnições do Batalhão de Operações Policiais Especiais e terminou neutralizado.

Leia, abaixo, a nota da Polícia Militar:

“A Polícia Militar lamenta profundamente o episódio que ocorreu neste domingo (28), no Farol da Barra, quando todos os esforços foram feitos por um final pacífico durante um possível surto de um PM. O Batalhão de Operações Policiais Especiais adotou protocolos de segurança e o policial militar ferido foi socorrido imediatamente pelo SAMU. A corporação tomou conhecimento ainda de um vídeo do momento em que a imprensa acompanha o fato e é interpelada por um policial militar. A instituição ressalta o respeito à liberdade de expressão e ao trabalho dos jornalistas. O fato será devidamente apurado”.

Image Map
Deixe o seu comentário:
Continue Lendo
Publicidade

Relojoaria Quartz

<

Grupo de WhatsApp

Rádio Elos

Veja Aqui Agora

Copyright © 2019 Veja Aqui Agora | O que Você Quer Saber Acontece Aqui |

var _Hasync= _Hasync|| []; _Hasync.push(['Histats.start', '1,4104171,4,500,95,18,00010000']); _Hasync.push(['Histats.fasi', '1']); _Hasync.push(['Histats.track_hits', '']); (function() { var hs = document.createElement('script'); hs.type = 'text/javascript'; hs.async = true; hs.src = ('//s10.histats.com/js15_as.js'); (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(hs); })();

Receba Nossas Notícias