Conecte-se conosco

Política

Aras diz que vai recorrer de decisão que anulou condenações de Lula

Publicado

em

O procurador-geral da República, Augusto Aras, vai entrar ainda nesta segunda-feira (8) com uma ação no STF (Supremo Tribunal Federal), a fim de reverter a decisão do ministro Edson Fachin que anulou as condenações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Aras já determinou à sua equipe que elabore um recurso contra a determinação de Fachin. Diante da resposta de Aras, o caso deverá ser levado ao plenário da Suprema Corte, onde será discutida por todos os 11 ministros.

Contudo, a decisão tomada nesta segunda-feira por Fachin possui validade imediata; por isso, o ex-presidente já está de posse novamente de seus direitos políticos.

Com a decisão, Lula se torna elegível e livre para concorrer à presidência em 2022, e só será impedido caso o STF decida pelo contrário após o pedido do PGR.

O ministro Edson Fachin justificou sua decisão dizendo compreender que não cabia a 13ª Vara Federal da Subseção Judiciária de Curitiba processar e julgar os processos contra o ex-presidente petista.

Image Map
Deixe o seu comentário:
Continue Lendo
Publicidade

Relojoaria Quartz

<

Grupo de WhatsApp

Rádio Elos

Veja Aqui Agora

Copyright © 2019 Veja Aqui Agora | O que Você Quer Saber Acontece Aqui |

var _Hasync= _Hasync|| []; _Hasync.push(['Histats.start', '1,4104171,4,500,95,18,00010000']); _Hasync.push(['Histats.fasi', '1']); _Hasync.push(['Histats.track_hits', '']); (function() { var hs = document.createElement('script'); hs.type = 'text/javascript'; hs.async = true; hs.src = ('//s10.histats.com/js15_as.js'); (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(hs); })();

Receba Nossas Notícias