Conecte-se conosco

Política

“Pronunciamento” de Lula de 7 de setembro dispara em descurtidas

Publicado

em

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez um pronunciamento nesta segunda-feira (7), data da Independência do Brasil. O pronunciamento do petista que tem duração de um pouco mais de 20 minutos foi gravado em vídeo e postado no seu canal no Youtube. Com menos de 3 dias no ar, o vídeo está com mais de 600 mil visualizações e já recebeu 97 mil curtidas contra 107 mil avaliações negativas.

Notadamente, em tom de campanha, o ex-presidente critica a gestão do atual presidente Jair Bolsonaro na pandemia. Lula também critica as relações de Bolsonaro com os Estados Unidos e cita até o caso de George Floyd ao defender que “vidas negras importam”.

“Não podemos admitir que nossa juventude negra tenha suas vidas marcadas por uma violência que beira genocídio. Não paro de me perguntar: ‘quantos George FLoyd [homem negro morto por asfixia em abordagem policial nos EUA] nós tivemos no Brasil? Quantos brasileiros perderam as vidas por não serem brancos? Vidas negras importam, sim” disse o petista.

RESPOSTA DE UM JORNALISTA "IMBECIL" PARA UM "SUPREMO MINISTRO" DO STF.

O atua presidente Jair Bolsonaro também fez um pronunciamento no dia da Independência do Brasil. O vídeo do pronunciamento que não dura mais de três minutos foi postado também no Youtube e a diferença no que se refere à aceitação é muito grande em relação ao do petista. O vídeo tem mais de 103 mil visualizações e 36 mil pessoas disseram que gostaram enquanto menos de mil disseram que não, isto sem contar que o mesmo vídeo foi postado no Facebook e conta com mais de 180 mil avaliações positivas.

Bolsonaro falou sobre a declaração da independência do país e disse que os brasileiros não abrem mão da liberdade.

“Naquele histórico 7 de setembro de 1822, às margens do Ipiranga, o Brasil dizia ao mundo que nunca mais aceitaria ser submisso a qualquer outra nação e que os brasileiros jamais abririam mão da sua liberdade” disse.

O discurso do chefe do executivo também abordou a mistura de povos.

“A identidade nacional começou a ser desenhada com a miscigenação entre índios, brancos e negros. Posteriormente, de imigrantes se sucederam, trazendo esperanças que em suas terras haviam perdido. Religiões, crenças, comportamentos e visões eram assimilados e respeitados. O Brasil desenvolveu o senso de tolerância, os diferentes tornavam-se iguais. O legado dessa mistura é um conjunto de preciosidades culturais étnicas e religiosas, que foram integradas aos costumes nacionais e orgulhosamente assumidas como brasileiras” disse.

Ele também fez questão de relembrar momentos de luta e de glória, destacou também o combate ao nazismo, fascismo e também ao comunismo.

“Passados quase dois séculos da independência, nos quais enfrentou e superou inúmeros desafios, o Brasil consolidou sua posição no concerto das nações. Ainda no século 19, durante o período do Império, fomos invadidos e agredidos, derrotando a todos. Já no século 20, durante a II Guerra Mundial, a Força Expedicionária Brasileira foi à Europa para ajudar o mundo a derrotar o nazismo e o fascismo. Nos anos 60, quando a sombra do comunismo nos ameaçou, milhões de brasileiros identificados com os anseios nacionais de preservação das instituições democráticas, foram às ruas contra um país tomado pela radicalização ideológica, greves, desordem social e corrupção generalizada” declarou.

Por fim, Bolsonaro ressaltou ainda o compromisso com a preservação da soberania e democracia.

“O sangue dos brasileiros sempre foi derramado por liberdade. Vencemos ontem, estamos vencendo hoje e venceremos sempre. No momento em que celebramos esta data tão especial, reitero, como presidente da República, meu amor à Pátria, e meu compromisso com a Constituição e com a preservação da soberania, democracia e liberdade, valores dos quais nosso país jamais abrirá mão. A independência do Brasil merece ser comemorada hoje nos nossos lares e em nossos corações. A independência nos deu a liberdade para decidir nossos destinos e a usamos para escolher a democracia. Formamos um povo que acredita poder fazer melhor. Somos uma nação temente a Deus, que respeita a família e que ama a sua pátria”.

Deixe o seu comentário:

Copyright © 2019 Veja Aqui Agora | O que Você Quer Saber Acontece Aqui |

var _Hasync= _Hasync|| []; _Hasync.push(['Histats.start', '1,4104171,4,500,95,18,00010000']); _Hasync.push(['Histats.fasi', '1']); _Hasync.push(['Histats.track_hits', '']); (function() { var hs = document.createElement('script'); hs.type = 'text/javascript'; hs.async = true; hs.src = ('//s10.histats.com/js15_as.js'); (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(hs); })();

Receba Nossas Notícias