Conecte-se conosco

Isto Acontece

Em entrevista, Flordelis revela que fez sexo com Anderson do Carmo antes do crime

Publicado

em

Após ser apontada pela Polícia Civil, como a mandante do assassinato do pastor Anderson do Carmo, a deputada federal e cantora gospel Flordelis concedeu uma entrevista ao Conexão Repórter, do SBT. Ao jornalista Roberto Cabrini, apresentador do programa jornalístico e investigativo, a parlamentar disse que fez sexo com o marido, horas antes do crime e voltou a negar que tenha participação na morte do esposo.

“Fomos a Copacabana, andamos no calçadão, fizemos as brincadeiras, andamos na praia. Depois fomos para o carro, ele pegou uma pista deserta, não sei dizer o local, só se eu for lá, talvez eu consiga, mas não prestei atenção no caminho. Eu sei que ele chegou em um lugar que tinha muitos carros parados, mas não tinha bar, nada disso. Nós paramos ali, namoramos, que era uma coisa normal nossa, na estrada. Me beijou bastante, eu sentei no capô do carro e tivemos relações. Falei ‘amor, amanhã a gente vai acordar cedo, né?’. Isso foi por volta de 2h e alguma coisa” contou a parlamentar.

Ela também voltou a afirma que foi seguida por uma moto na noite do crime quando voltava para casa com Anderson do Carmo.

RESPOSTA DE UM JORNALISTA "IMBECIL" PARA UM "SUPREMO MINISTRO" DO STF.

“A moto saiu de uma rua transversal com dois rapazes, não sei se eram dois homens ou um homem e uma mulher, porque estavam de casaco e capuz. Eu estava jogando no celular e, de imediato, olhei para a mão para ver se tinham arma, não tinham. Continuei jogando. Não senti nenhuma tensão, porque eu estava com ele (Anderson). Ele me dava muita segurança, sempre. Eu tenho convicção do que eu vi, e tenho convicção do que eu falo” contou.

O jornalista questionou a parlamentar sobre Anderson ser adotada por ela, segundo a acusação da polícia e ela negou que tenha adotado o marido. Flordelis também disse que não falou que nunca separaria de Anderson para não “escandalizar o nome de Deus”.

“Isso não existe. Não existe ‘escandalizar o nome de Deus’. Se eu tivesse que me separar, eu me separaria. Eu jamais chamaria meu marido de traste. Essa mensagem não foi escrita por mim. Não sei. Eu quero que a Justiça descubra quem escreveu. Meu celular é tipo um celular comunitário em casa. Todo mundo tem acesso ao meu celular. Eu preciso saber quem matou meu marido. Eu não sei. Se eu soubesse, eu falaria aqui agora. Quem matou meu marido está desgraçando com minha vida. Eu não estou escondendo nada” garantiu a deputada.

Na entrevista, Flordelis disse mais uma vez que é inocente, acusou a polícia de não está contando a verdade e garantiu que está sendo vítima de uma injustiça.

“Estou vivendo o pior momento da minha vida. Não estou preparada para ser presa, e não vou ser. Porque eu sou inocente, e a minha inocência será provada. Eu não matei, eu não fiz isso que estão me acusando. Eu não fiz. Não é real, não é verdade. É uma injustiça” falou.

Assista a íntegra da entrevista:

Deixe o seu comentário:

Copyright © 2019 Veja Aqui Agora | O que Você Quer Saber Acontece Aqui |

var _Hasync= _Hasync|| []; _Hasync.push(['Histats.start', '1,4104171,4,500,95,18,00010000']); _Hasync.push(['Histats.fasi', '1']); _Hasync.push(['Histats.track_hits', '']); (function() { var hs = document.createElement('script'); hs.type = 'text/javascript'; hs.async = true; hs.src = ('//s10.histats.com/js15_as.js'); (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(hs); })();

Receba Nossas Notícias