Conecte-se conosco

Política

Perícia em celular de Moro não prova acusações a Bolsonaro

Publicado

em

Uma perícia preliminar no celular do ex-ministro Sergio Moro frustrou aqueles que acreditavam que grandes segredos seriam revelados. De acordo com o jornal O Globo, a análise do aparelho mostrou apenas conversas sem conteúdo relevante para a investigação.

“A PF fez uma análise prévia e considerou que conversas mantidas por Moro com ministros do governo Bolsonaro não tinham informações relevantes” diz a reportagem.

A análise foi feita durante o depoimento do ex-ministro para a Polícia Federal, no último sábado (2), em Curitiba. Moro ficou cerca de 8 horas na sede do prédio da PF, mas grande parte do tempo foi usada para resgatar conversas apagadas pelo próprio ex-ministro.

RESPOSTA DE UM JORNALISTA "IMBECIL" PARA UM "SUPREMO MINISTRO" DO STF.

Moro justificou que tinha medo de ter o aparelho hackeado. Por este motivo, só foi possível acessar as conversas dos últimos 15 dias.

Questionado sobre como o presidente Jair Bolsonaro teria tentado interferir politicamente na Polícia Federal, o ex-ministro se limitou a dizer que era Bolsonaro quem deveria se explicar.

A Polícia Federal ainda deve ouvir os ministros do governo citados por Moro e também a deputada federal Carla Zambelli, que tentou articular para que 0 ex-ministro não se demitisse.

*Pleno News

Deixe o seu comentário:
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Copyright © 2019 Veja Aqui Agora | O que Você Quer Saber Acontece Aqui |

var _Hasync= _Hasync|| []; _Hasync.push(['Histats.start', '1,4104171,4,500,95,18,00010000']); _Hasync.push(['Histats.fasi', '1']); _Hasync.push(['Histats.track_hits', '']); (function() { var hs = document.createElement('script'); hs.type = 'text/javascript'; hs.async = true; hs.src = ('//s10.histats.com/js15_as.js'); (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(hs); })();

Receba Nossas Notícias