Conecte-se conosco

Coronavirus

Governo recorre de decisão da Justiça que fecha igrejas

Publicado

em

O presidente da república Jair Bolsonaro disse na tarde deste domingo (29) que o governo vai recorrer da decisão em primeira instância, a qual suspendeu o decreto que inclui igrejas em serviços essenciais.

Márcio Santoro Rocha, da 1ª Vara Federal de Duque de Caxias (RJ), usurpou a competência que é do executivo e anulou o decreto presidencial.  O juiz federal alegou “risco a eficácia das medidas de isolamento e achatamento da curva de casos da covid-19”.

“O acesso a igrejas, templos religiosos e lotéricas estimula a aglomeração e circulação de pessoas”, escreveu ele na decisão. O magistrado parece que esqueceu que templo aberto não significa realização de cultos.

RESPOSTA DE UM JORNALISTA "IMBECIL" PARA UM "SUPREMO MINISTRO" DO STF.

O ministro André Mendonça, da Advocacia-Geral da União, já havia adiantado em seu perfil no Twitter que recorreria da decisão.

Deixe o seu comentário:
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Copyright © 2019 Veja Aqui Agora | O que Você Quer Saber Acontece Aqui |

var _Hasync= _Hasync|| []; _Hasync.push(['Histats.start', '1,4104171,4,500,95,18,00010000']); _Hasync.push(['Histats.fasi', '1']); _Hasync.push(['Histats.track_hits', '']); (function() { var hs = document.createElement('script'); hs.type = 'text/javascript'; hs.async = true; hs.src = ('//s10.histats.com/js15_as.js'); (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(hs); })();

Receba Nossas Notícias