Conecte-se conosco

Mundo Gospel

Modelo evangélica diz que não vê problema nenhum desfilar nua no carnaval.

Publicado

em

O carnaval, a festa pagã que a religião evangélica mais reprova está ai a todo vapor. A festa anual que acontece sempre no mês de fevereiro, nos últimos anos tem afrontado muito a fé cristã e principalmente aos evangélicos.

As escolas de samba tem levado para a avenida enredos que insultam o cristianismo, fazendo uso de símbolos religiosos e apresentando personagens bíblicos em seus desfiles, além da nudez que, a cada ano que passa, vem ficando cada vez mais em evidência.

Nessa época, muitas modelos e artistas do mundo gospel recebem convites das escolas de samba para desfilar na avenida. Muitas delas aceitam o convite, mas outras não.

RESPOSTA DE UM JORNALISTA "IMBECIL" PARA UM "SUPREMO MINISTRO" DO STF.

A modelo Denise Dias não aceitou participar do desfile do carnaval desse ano. A madrinha de bateria da Tuitui do ano de 2019, agora é evangélica e não aceitou o convite para desfilar no carnaval de 2020. A modelo diz que: Como evangélica alguns enredos conflitam com a minha escolha, com a minha crença. Cada vez mais temas como política e religião tem entrado nas escolas causando polêmicas e desconforto para quem desfila e dividindo opiniões de quem assiste”,criticou a ex-Tuiutí.

Denise Dias continua: “Isso realmente tem me desanimado porque acho que o carnaval deveria ficar isento de tanta crítica e acaba ficando pesado para quem quer defender a escola dentro e fora da avenida. Num momento de tanto ódio e intolerância, acho que o carnaval deveria ter mais leveza e alegria.”.

A jovem foi batizada há sete meses e frequenta assiduamente a Igreja Batista, mas continua fazendo ensaios sensuais. Segundo ela, a maldade está na cabeça de quem vê.“Não vejo problema nenhum nisso. Continuo fazendo ensaios sensuais e sei que a maldade está na cabeça de quem vê. Cuido do meu corpo, treino o ano inteiro e não vejo o porquê de ter que me esconder.”

Ela também diz que encara a nudez com muita naturalidade. Afirma que foi criada bem à vontade em sua casa e diz que “nunca foi reprimida” No entender da moça o importante é ver o próprio reflexo e se “sentir gostosa”

 “O problema não é a nudez. Sempre fui criada andando à vontade dentro de casa, nunca fui reprimida. Moro sem vizinhos à frente da minha varanda, porque gosto de andar bem à vontade em casa. Gosto de me olhar no espelho e me sentir gostosa. O importante é eu estar bem comigo mesma, independente do que as pessoas vão achar. A maldade está na cabeça de quem vê. Sempre estive bem com a minha autoestima em alta”.

Deixe o seu comentário:
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Copyright © 2019 Veja Aqui Agora | O que Você Quer Saber Acontece Aqui |

var _Hasync= _Hasync|| []; _Hasync.push(['Histats.start', '1,4104171,4,500,95,18,00010000']); _Hasync.push(['Histats.fasi', '1']); _Hasync.push(['Histats.track_hits', '']); (function() { var hs = document.createElement('script'); hs.type = 'text/javascript'; hs.async = true; hs.src = ('//s10.histats.com/js15_as.js'); (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(hs); })();

Receba Nossas Notícias