Conecte-se conosco

Política

Após propor aliança com o diabo, Dilma agora quer os evangélicos para o PT vencer eleições.

Publicado

em

Após participar do Hay Festival Cartagena onde falou sobre as recentes convulsões sociais na América Latina, bem como a vitória da direita no Brasil, a ex-presidente da república Dilma Rousseff deu uma entrevista ao DW na Colômbia, e deu declarações totalmente contrárias as dadas em 2018.

Em novembro de 2018, após a vitória do presidente Jair Bolsonaro, a petista participava do Fórum do Pensamento Crítico, em Bueno Aires. Insatisfeita com a eleição do presidente, a petista prometeu fazer “aliança até com o Diabo” para lutar contra o governo de Bolsonaro.

Agora, Dilma quer aliança com os evangélicos. Ela quer que o Partido dos Trabalhadores “olhe” para o seguimento no sentido de buscar o apoio que talvez nunca mais tenha.

RESPOSTA DE UM JORNALISTA "IMBECIL" PARA UM "SUPREMO MINISTRO" DO STF.

“Nós temos de olhar para os evangélicos que votaram no Bolsonaro. Nós temos de discutir com aqueles que o defenderam porque acham e acreditam que a questão da segurança no Brasil é a questão central. E nós temos de tratar essa questão”, afirmou.

A petista também atacou o governo Bolsonaro. “No Brasil o que você constata é a existência de um governo neofascista executando um programa neoliberal”

Ignorando as visões ideológicas que afastaram o Partido dos Trabalhadores do eleitorado evangélico, os principais líderes da sigla ainda acreditam que é possível dialogar com o seguimento e conquistar a confiança e o voto do mesmo.

Mas na realidade o partido busca ter esse diálogo com os evangélicos com um único intuito, ganhar as eleições, pois não quer abrir mão das ideologias que vão contra aos princípios bíblicos, dos quais os evangélicos não abrem mão.

Os cristãos, não quer que a ideologia de gênero continue, não quer que as nossas crianças continuem sendo induzidas e deturpadas nas escolas, da forma como estavam sendo com a gestão do Partido dos Trabalhadores, que esteve 13 anos no poder e nunca deu nenhum sinal de mudar esse quadro.

Na entrevista, Dilma Roussef aproveitou para tentar defender o modelo econômico socialista e criticou as iniciativas do governo Bolsonaro, apesar de ter sido ela a responsável por colocar o país na maior recessão de toda sua história.

20 pessoas morrem pisoteadas e outras ficam feridas em culto evangélico

INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL
Deixe o seu comentário:
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Copyright © 2019 Veja Aqui Agora | O que Você Quer Saber Acontece Aqui |

var _Hasync= _Hasync|| []; _Hasync.push(['Histats.start', '1,4104171,4,500,95,18,00010000']); _Hasync.push(['Histats.fasi', '1']); _Hasync.push(['Histats.track_hits', '']); (function() { var hs = document.createElement('script'); hs.type = 'text/javascript'; hs.async = true; hs.src = ('//s10.histats.com/js15_as.js'); (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(hs); })();

Receba Nossas Notícias