Conecte-se conosco

Polêmicas

Fábio Porchat fala sobre críticas ao filme de Porta dos Fundos “Eu me resolvo com Deus”

Publicado

em

A Primeira Tentação de Cristo Foto: Reprodução

O filme A Primeira Tentação de Cristo, produzido pelo Porta dos Fundos e exibido pela plataforma de streaming de vídeo Netflix, lançado no dia 3 de dezembro, tem gerado muita revolta aos cristãos brasileiros.

O filme de “Especial de Natal”, constitui uma blasfêmia, abuso e escarnio a fé dos cristãos, por sugeri uma relação homossexual entre Satanás e Jesus e também põe Deus, Maria e José como um triângulo amoroso. Em outro trecho, fala de discípulos bêbados que não participam da última ceia por estarem de ressaca.

Diante de toda essa polêmica envolvendo o “Especial de Natal” do Porta dos Fundos com a Netflix, um dos seus atores Fábio Porchat usou o Twitter para ironizar a revolta que o filme causou nos cristãos brasileiros.

RESPOSTA DE UM JORNALISTA "IMBECIL" PARA UM "SUPREMO MINISTRO" DO STF.

“Gente, pode deixar que eu me resolvo com Deus, tá de boas, não precisa se preocupar não. Agora pode voltar a se indignar com a desigualdade que destrói nosso país. Mas tem que se indignar com o mesmo fervor, tá?”, tuitou.

Muitos pessoas estão reclamando da produção e cancelando suas assinaturas da Netflix. Além disso, um abaixo assinado na internet já coletou mais de um milhão de assinaturas pedindo o impedimento do filme na plataforma.

Líderes religiosos também tem se posicionado contra o filme. O pastor e deputado federal Otoni de Paula é um deles. O parlamentar usou a tribuna da Câmara dos Deputados para protestar contra o Porta dos Fundo e a Netflix. O pastor garantiu que vai entrar com uma representação no Ministério Público Federal.

“Só que eu quero avisar uma coisa hem! Todo lugar tem maluco, todo lugar tem doido, até no meio de nós tem. Por isso estou entrando com uma ação com base no artigo 208 do Código Penal Brasileiro no Ministério Público Federal e qualquer instância cabível contra a Netflix e a produtora Porta dos Fundos por esse especial de natal que afronta as famílias brasileiras que afronta o meu Cristo”, disse o deputado.

O bispo da Diocese de Palmares (PE), Dom Henrique Soares da Costa, também resolveu protestar e pediu para que seus fiéis cancelassem sua assinatura na Netflix. O bispo disse, em suas redes sociais, que a empresa deu um “bofetão no rosto de todos os cristão” ao disponibilizar em seu catálogo, o especial de natal do Porta dos Fundos.

“Em pleno tempo de preparação para o Natal do Senhor, a Netflix deu um bofetão no rosto de todos os cristãos, cuspiu na nossa cara, zombando da nossa fé. Imaginem um filme debochado e desrespeitoso ao extremo com alguém a quem você ama. Como reagir? O ideal seria uma ação judicial. Mas, com a desculpa de liberdade de expressão, todo lixo é permitido, todo sarcasmo para com a fé alheia e louvado, tudo quanto trinca e corrói os alicerces da nossa cultura e da nossa sociedade é reputado como avanço e progresso”, escreveu.

Deixe o seu comentário:
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Copyright © 2019 Veja Aqui Agora | O que Você Quer Saber Acontece Aqui |

var _Hasync= _Hasync|| []; _Hasync.push(['Histats.start', '1,4104171,4,500,95,18,00010000']); _Hasync.push(['Histats.fasi', '1']); _Hasync.push(['Histats.track_hits', '']); (function() { var hs = document.createElement('script'); hs.type = 'text/javascript'; hs.async = true; hs.src = ('//s10.histats.com/js15_as.js'); (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(hs); })();

Receba Nossas Notícias