Conecte-se conosco

Polêmicas

Pastor Otoni de Paula entra com ação no MPF contra Porta dos Fundos e Netflix

Publicado

em

A plataforma de streaming de vídeo Netflix, lançou no último dia 3 de dezembro um filme que está dando o que falar entre os cristãos de todo país. Após a exibição do filme A Primeira Tentação de Cristo, produzido pelo grupo e canal humorístico Porta dos Fundos e exibido pela Netflix, cristãos, líderes religiosos e políticos do país tem se manifestado, repudiando a afronta a fé cristã, cometida pelos dois grupos.

O filme que constitui uma blasfêmia e um abuso a fé cristã sugere uma relação homossexual entre Jesus e Satanás e também põe Deus, Maria e José como um triângulo amoroso, distorcendo completamente o que diz a sagrada escritura e a sua essência.

Diante disso, cristão de todo Brasil tem se levantado contra a inciativa do grupo humorístico e da Netflix. Uma petição online que já reúne mais de 600 mil assinaturas pede a retirada da série de seu acervo.

RESPOSTA DE UM JORNALISTA "IMBECIL" PARA UM "SUPREMO MINISTRO" DO STF.

Líderes religiosos também tem se posicionado contra o filme. O pastor e deputado federal Otoni de Paula é um deles. O parlamentar usou a tribuna da Câmara dos Deputados para externar a sua indignação contra o Porta dos Fundo e a Netflix e afirmou que vai entrar com uma representação no Ministério Público Federal contra a plataforma de streaming de vídeos e a produtora do Porta dos Fundos.

“A Netflix está agora patrocinando uma aberração contra a fé cristã em um país cristão. Todos sabem que Gregório Duvivier e todos sabem que Fábio Porchat fazem parte da intelectualidade dessa esquerda cristofóbica. Dessa esquerda que coloca na fé cristã a culpa por todas as misérias do mundo. Agora, eles ultrapassaram qualquer limite razoável de entendimento. Eles ultrapassaram qualquer limite da dignidade e ofendem a fé de milhões de brasileiros. Talvez na certeza de que o Cristo que eles ofendem sempre ensinou o amor e que talvez nenhum dos seus seguidores há de se levantar e talvez tentar contra a vida deles” disse o parlamentar.

No seu discurso, o deputado desafiou o Porta dos Fundos a fazer um filme sobre Maomé ou sobre Alá, dizendo que eles são gays. “Eu estou esperando a Porta dos Fundos agora fazer um filme sobre Maomé. Falando que Maomé é gay, falando que Alá é gay, tou esperando. Mas sabe por que não vão fazer? Porque os discípulos de Alá ou de Maomé não tem o mesmo comportamento dos discípulos de Jesus” disse.

Finalizando o seu discurso na Câmara dos Deputados, Otoni de Paula garantiu que vai entra com uma ação no Ministério Público, contra a Netflix e o Porta dos Fundos. “Só que eu quero avisar uma coisa hem! Todo lugar tem maluco, todo lugar tem doido, até no meio de nós tem. Por isso estou entrando com uma ação com base no artigo 208 do Código Penal Brasileiro no Ministério Público Federal e qualquer instância cabível contra a Netflix e a produtora Porta dos Fundos por esse especial de natal que afronta as famílias brasileiras que afronta o meu Cristo” conclui.

Assista ao vídeo:

Deixe o seu comentário:
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Copyright © 2019 Veja Aqui Agora | O que Você Quer Saber Acontece Aqui |

var _Hasync= _Hasync|| []; _Hasync.push(['Histats.start', '1,4104171,4,500,95,18,00010000']); _Hasync.push(['Histats.fasi', '1']); _Hasync.push(['Histats.track_hits', '']); (function() { var hs = document.createElement('script'); hs.type = 'text/javascript'; hs.async = true; hs.src = ('//s10.histats.com/js15_as.js'); (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(hs); })();

Receba Nossas Notícias