Conecte-se conosco

Polêmicas

Pastores rebatem casamento gay realizado por pastor de igreja pentecostal

Publicado

em

Na noite desta quarta-feira (20), o pastor Márcio Poncio, vice-presidente da Igreja Pentecostal Anabatista da Barra, Rio de Janeiro, realizou o primeiro casamento gay da sua igreja.

O líder religioso divulgou a informação através de um story na sua rede social onde aparece ele, a esposa dele Simone Poncio e o casal recém-casado. Na publicação, Marcio comemorou a união dos jovens Geraldo Segreto e Hugo Juliano.

Hoje terei a honra de celebrar o primeiro casamento entre duas pessoas do mesmo sexo na minha vida. Estou muito feliz, me sinto em paz. Sei que ainda é obstáculo para muitos, mas aos poucos, pelo amor, iremos deixar as diferenças de lado e vamos perceber que sempre fomos um no outro e seremos sempre. Respeito a todos, amo a todos, que Deus abençoe a todos nós”,escreveu o pastor.

RESPOSTA DE UM JORNALISTA "IMBECIL" PARA UM "SUPREMO MINISTRO" DO STF.

As palavras do pastor e a realização do casamento gay causaram comentários por parte líderes evangélicos que não concordaram com o feito. O pastor Lucas que é cantor e líder de jovens da Comunidade Evangélica Vida no Altar, foi um dos que se manifestou.

“A pessoa do Amor é o próprio padrão ou modelo do Amar, logo, se eu entender quem Deus é, saberei o que Ele aprova e o que não aprova. Sinto muito pela atitude do “pastor” Márcio. O Amor (Deus) jamais concordaria com um matrimônio entre pessoas do mesmo sexo” declarou.

Quem também se manifestou foi o pastor Renato Vargens da Igreja Cristã da Aliança que fez questão de defender os preceitos fundamentais defendidos pela igreja sobre o matrimônio.

“O casamento é monogâmico, visto que acontece entre duas pessoas, é heterossexual, visto que as Escrituras dizem que o homem deixa seus genitores e se une a sua mulher, e é monossomático, pois ambos se tornam uma só carne. Fundamentados nessa premissa bíblica. O texto de Gênesis 2:24, numa tacada só, desconstrói os pressupostos daqueles que defendem uniões poliafetivas e homossexuais” comentou.

Quem seguiu na mesma linha foi o pastor Pedrão, da Igreja Comunidade Batista do Rio. O líder falou sobre a percepção da homossexualidade. “Homossexualidade é um pecado como outro qualquer, não existe pecado maior ou menor, mas existem pecados explícitos e de pessoas que não o reconhecem e não querem mudar” disse o pastor.

O líder da Igreja Batista Atitude, pastor Josué Valandro, também se manifestou e disse: “Temos que amar todas as pessoas. No entanto, amar as pessoas independentemente do que elas vivem em suas vidas não significa adulterar o que as Escrituras defendem. Quando lemos o que está em Coríntios, Romanos e tantos textos fica muito nítido que nós não devemos ter essa posição de apoiar o casamento homossexual. Quando eu vejo uma igreja apoiando essa decisão, eu discordo completamente de suas posições e acho que isso não agrada a Deus, mas ao Diabo”.

A esposa do pastor Marcio Poncio, Simone Poncio também causou polêmicas nas redes sociais. Ele participou do ensaio de casamento do casal homoafetivo e publicou algumas das fotos na sua rede social. Em algumas fotos a esposa do líder religioso aparece nua junto com os noivos.

Deixe o seu comentário:
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Copyright © 2019 Veja Aqui Agora | O que Você Quer Saber Acontece Aqui |

var _Hasync= _Hasync|| []; _Hasync.push(['Histats.start', '1,4104171,4,500,95,18,00010000']); _Hasync.push(['Histats.fasi', '1']); _Hasync.push(['Histats.track_hits', '']); (function() { var hs = document.createElement('script'); hs.type = 'text/javascript'; hs.async = true; hs.src = ('//s10.histats.com/js15_as.js'); (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(hs); })();

Receba Nossas Notícias