Conecte-se conosco

Isto Acontece

Perguntas que ainda estão sem respostas sobre o assassinato do pastor Anderson

Publicado

em

Faz uma semana que a família da cantora gospel e deputada federal Flordelis, foi surpreendida com o brutal assassinato do pastor Anderson do Carmo, esposo da parlamentar que ocorreu por volta das 04h00 da madrugada na residência do casal quando chegava em casa em Niterói, região metropolitana do Rio de Janeiro, após uma confraternização.

Os desfechos do assassinato do pastor ainda levantam muitos questionamentos, principalmente no que diz respeitos aos culpados do crime. À medida que as investigações vão se avançando, fatos novos vão surgindo e com eles, importantes esclarecimentos também são revelados, porém outros ocultados e muitas perguntas ainda estão sem respostas.

VEJA TAMBÉM:

RESPOSTA DE UM JORNALISTA "IMBECIL" PARA UM "SUPREMO MINISTRO" DO STF.

+Filhos de Flordelis pagaram R$ 8 mil reais por arma usada para matar o pastor

+Flordelis é inocente? Cantora faz desabafo após tragédia e acusações.

+Flordelis começa perder apoio de pastores e cantores gospel.

+Filho mais velho de Flordelis confessa que mandou matar pai.

Segundo as informações iniciais, a cantora e parlamentar, teve a sensação de que o carro onde estava ela e o esposo, estava sendo seguido por duas motos. Ainda segundo Flordelis, ela diz que já dentro da sua residência, o pastor Anderson havia voltado à garagem para pegar algo no carro e logo em seguida ela ouviu os tiros.

Ao sair para ver o que estava acontecendo, a parlamentar disse que já se deparou com o corpo do marido alvejado por tiros, que segundo laudo pericial, dar um total de 30.

A maior parte das 30 perfurações está concentrada na região das coxas e da virilha, dando um total de nove. O pastor recebeu outros oito tiros na parte do peito. Foi identificado também um tiro dado junto à orelha direita do pastor, a curta distância, o que para a polícia indicaria que o criminoso tinha a intenção de matar.

O-QUE-EU-FACO-PARA-ENGRAVIDAR-01.jpgO caso que tem chamado a atenção de todo país ainda está longe de ser encerrado e cheio de mistérios para ser desvendados pela polícia.

A polícia tem trabalhado no sentido de descobrir a motivação ou as motivações do crime e também desvendar os mistérios que ainda cercam esse bárbaro assassinato em busca das respostas para as seguintes perguntas:

Cadê os celulares do pastor Anderson e Flávio dos Santos?

No dia do crime, horas depois do ocorrido foram feitas duas publicações no Instagram do pastor e isso chama a atenção, pois deve ter sido através do celular dele. Além disso, as 09h53 do mesmo dia do crime, alguém, supostamente um dos filhos do pastor Anderson, se comunicava com outra pessoa informando a morte dele através do seu celular.

O programa Domingo Espetacular deste domingo (23) conseguiu prints de conversas de um grupo da igreja liderada pelo casal que mostram que o celular do pastor Anderson do Carmo chegou a visualizar as mensagens na tarde do domingo (16), mesmo depois de ter sido assassinado

Papinhas-para-bebes-Seu-bebe-vai-amar.jpgEm depoimento a polícia, um dos filhos do casal disse que o aparelho foi entregue para a sua mãe Flordelis. No entanto a cantora e deputada alega que não sabe onde está o dispositivo.

Os celulares de Flordelis, Anderson do Carmo e do filho Flavio dos Santos, pode ser peças chaves e fundamentais para responder muitas perguntas que até agora ainda estão sem respostas, porém até o momento não fora entregues a policia.

Por que Flordelis sempre sustentou a hipótese de assalto?

Em uma entrevista dada a imprensa, a deputada disse que “foi uma tentativa de assalto frustrada”, porém logo no início das investigações a polícia já havia descartada totalmente essa hipótese relatada por Flordelis, pois já se sabia que se tratava de uma execução. Dias depois, o filho mais velho, Flavio dos Santos, de 28 anos, confessou que matou o pai na madrugada daquele domingo (16). A hipótese de assalto, sustentada por Flordelis também é derrubada pelo fato do cachorro da casa não reagir, isso significa que o cachorro conhecia a quem praticou o assassinato.

45-PAPINHAS-PARA-BEBES--RECEITAS.jpgO rapaz, filho do casal que não quis que a sua identidade fosse revelada, disse à polícia que não ouve barulho, não ouve confusão e nem moto em fuga no momento da morte do pastor e afirmou que viu o seu irmão Flávio, que confessou ter assassinado o pai com seis tiros, ao lado do corpo ensangüentado, recolhendo uma mochila de couro e o celular do pai e foi entregue a sua mãe.

Se foi um assalto, por que dispararam 30 tiros contra o pastor e não levaram nada?

Bandido nenhum que vai para assaltar uma pessoa vai querer perder tempo disparando 30 tiros contra sua vítima e isso acontece por dois motivos: (1) porque ele foi para assaltar e o maior interesse dele é levar os pertences da vítima e quanto mais tempo ele passar no local, maior é a probabilidade dele ser pego e ser preso. (2) o bandido quando vai assaltar, ele também tem medo e por isso não quer ficar muito tempo por ali. Quanto mais cedo ele sair dali, melhor ainda porque ele pode escapar com vida e com os pertences da pessoa.

Por qual motivo a queima de documentos dois dias depois do crime?

Na tarde de terça-feira (18) a delegada titular da Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo, esteve com uma equipe de agentes na casa da deputada para cumprir um mandado de busca e apreensão. As buscas também ocorreram na igreja liderada pelo casal, Comunidade Evangélica Ministério Flodelis, Cidade do Fogo, no Calubandê, em São Gonçalo.

Dicas-para-um-emagrecimento-saudavel.jpgDurante a busca, os agentes encontraram a arma usada no crime que estava em cima de um armário no quarto de Flávio Rodrigues dos Santos, filho do casal. A policia também encontrou uma fogueira nos fundos da casa onde tinham vários papéis queimados, mas não foi possível recuperar os documentos. Também foi encontrado um edredom com manchas de sangue o que levanta ainda mais a suspeita de que alguém estava querendo esconder algo.

Quem além de Flávio apertou o gatilho para matar o pastor?

Após ser delatado pelo seu irmão Lucas, Flávio terminou confessando que matou o pai com seis tiros, porém o exame do Instituto Médico legal confirma 30 tiros no corpo de Anderson. Por esse motivo a polícia trabalha com a hipótese de que mais pessoas tenham participado do assassinato

Qual a motivação do crime?

A principio a Polícia Civil havia divulgado que a motivação seria uma desavença familiar, isto porque os filhos do casal teriam descoberto um relacionamento extraconjugal do pastor. A deputada Flordelis se manifestou dizendo que nunca desconfiou de algo desse tipo no marido, pois segundo ela, o marido estava sempre com ela ou com um dos filhos e nunca andava sozinho.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo.

A delegada responsável pelo caso, Barbara Lomba diz que ainda não é possível cravar qual seria a motivação para o bárbaro assassinato. Em entrevista ela disse que o crime pode ter mais de uma motivação.

Deixe o seu comentário:
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Copyright © 2019 Veja Aqui Agora | O que Você Quer Saber Acontece Aqui |

var _Hasync= _Hasync|| []; _Hasync.push(['Histats.start', '1,4104171,4,500,95,18,00010000']); _Hasync.push(['Histats.fasi', '1']); _Hasync.push(['Histats.track_hits', '']); (function() { var hs = document.createElement('script'); hs.type = 'text/javascript'; hs.async = true; hs.src = ('//s10.histats.com/js15_as.js'); (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(hs); })();

Receba Nossas Notícias